O que é fitoterapia?

O que é Fitoterapia e para que serve?

Você deve saber que, na natureza, temos muitas plantas ricas em nutrientes e compostos bioativos que possuem efeitos terapêuticos. Fitoterapia é uma técnica que tem por base o estudo das funções terapêuticas de plantas e vegetais - às vezes pouco conhecidos - e seu uso para prevenir ou tratar doenças.

Sua origem data desde a antiguidade, e o termo fitoterapia tem origem grega: “phyton” significa “vegetal”, e “therapeia”, remete a “tratamento”.
Segundo Hipócrates, pai da medicina Ocidental, o significado de saúde é a harmonia do homem com a natureza, o equilíbrio entre os vários componentes do organismo entre si e o meio ambiente.
A fitoterapia permite esse vínculo entre o homem e o ambiente, trazendo o poder vindo da natureza para restaurar a imunidade, desintoxicar o organismo, normalizar as funções fisiológicas e reequilibrar o indivíduo por inteiro.

Vale lembrar que esta técnica é somada a constantes estudos e análises no campo científico. Neste contexto, as pesquisas avaliam a atuação química, toxicológica e farmacológica das plantas medicinais e dos princípios ativos.

Como funciona?

Seja para o crescimento, a reprodução, para a defesa de adversidades ambientais ou para a sua formação, as plantas produzem naturalmente substâncias químicas que ajudam na sua sobrevivência. Entre elas, existem os compostos ativos ricos em efeitos terapêuticos para os seres humanos.

Uma vez que esses benefícios são identificados e comprovados, são utilizadas diferentes partes da planta - raiz, casca, flores ou folhas, por exemplo - na composição de medicamentos fitoterápicos, manipulados ou industrializados. Além disso, pode-se usar a planta in natura para o consumo de chás, sendo este o meio mais comum de ingestão das plantas medicinais.
Esses compostos bioativos passam por um processo de ensaios, análises e acompanhamento das instituições públicas de saúde para garantir o uso adequado e seguro.

O que são fitoquímicos e que benefícios trazem ao organismo?

São compostos encontrados naturalmente nas plantas cujas propriedades são de defesa ou de prevenção de doenças. Também desempenham, no nosso organismo, as funções protetora, antioxidante, anti-inflamatória, antifúngica e bactericida.

Dentre os seus benefícios, podemos citar:

  • estímulo do sistema imunológico contra o excesso de radicais livres e outros agentes;
  • redução da oxidação das células;
  • ação anti-inflamatória, prevenindo doenças;
  • bloqueio de substâncias cancerígenas, provenientes da dieta e do meio ambiente;
  • diminuição da taxa de crescimento das células cancerígenas;
  • morte de células danificadas;
  • redução danos ao DNA e estímulo ao seu mecanismo de reparo;
  • regulação dos hormônios, como o estrogênio e a insulina.

Quem pode indicar a fitoterapia?

Uma ampla gama de profissionais pode recomendar o uso de fitoterápicos, como médicos, nutricionistas, farmacêuticos, fisioterapeutas e terapeutas naturais com formação em fitoterapia. Antes de indicar as melhores plantas e modo de usar, é necessário fazer uma avaliação do indivíduo para identificar corretamente suas necessidades, deficiências e excessos.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.