Ayurveda

Ayurveda: a ciência da saúde, longevidade e harmonia

Você já ouviu falar em Ayurveda?

Esta forma de medicina alternativa se originou na Índia, há milhares de anos. A palavra, derivada do sânscrito, significa vida, como combinação de corpo, mente e alma (ayus), e conhecimento (veda). Ou seja, Ayurveda é o conhecimento da vida.

Por volta da virada do quarto para o terceiro milênio antes de Cristo, aparecem as primeiras referências da origem da Ayurveda, criadas por uma civilização do Vale do rio Indo, que atualmente corresponde ao noroeste da Índia, nordeste do Afeganistão e boa parte do Paquistão - para se ter uma ideia do quão antiga é esta prática, estamos falando aqui da Idade do Bronze, anterior às pirâmides do Egito!

Os principais textos que servem de base para a medicina Ayurvédica foram escritos entre os anos 2 a.C. e 8 d.C., sendo eles: Caraka Samhita (escola de clínica médica), Susruta Samhita (escola de cirurgia) e Astanga Hridayam (coração dos 8 ramos do Ayurveda de Vagbhata).

Esta técnica tem por objetivo principal limpar o nosso organismo das toxinas e também de energias negativas e hábitos inadequados que permeiam nosso dia a dia e interferem no bom funcionamento do nosso corpo - seja no aspecto físico, mental ou energético.

Terapia complementar

É possível melhorar diversas condições físicas ou utilizar a Ayurveda como complemento a tratamentos da medicina tradicional ocidental. Ela oferece melhoras na nutrição, na pele e na imunidade, além de melhorar a circulação, ajudar na prevenção à alergias, diabetes e pressão alta, e auxiliar no tratamento da ansiedade e da depressão.

Para proporcionar esse bem estar, a Ayurveda trabalha em cima da teoria do Pancha Maha Bhutas, segundo a qual o primeiro elemento de todos é o éter - o menos concreto de todos - seguido por ar, fogo, a água e, por fim, a terra - o mais concreto de todos. Esta medicina milenar também trabalha os doshas - os humores biológicos.

Existem 3 doshas que se manifestam a partir da combinação de 2 desses 5 elementos:

  1. Dosha Vata: éter e ar, ligado às funções excretória e nervosa.
  2. Dosha Pitta: fogo e água, ligado às funções metabólica e digestiva.
  3. Dosha Kapha: água e terra, ligado às funções estrutural e de lubrificação.

Formas de aplicação

As formas de aplicação da Ayurveda acontecem das seguintes formas:

  • Alimentação equilibrada: é preciso analisar e reeducar nossa alimentação para obter o equilíbrio desejado; porém, o terapeuta ayurvédico não atua como nutricionista nem oferece dietas ao cliente.
  • Massagens ayurvédicas, com óleos e pedras, promovendo relaxamento e circulação das energias.
  • Shirodhara, terapia intensa que consiste no derramamento de um óleo aquecido na testa, em fluxo constante; é um processo revitalizador que pode levar a experiências transcendentais.
  • Terapias purificadoras ou Panchakarma: focadas na eliminação de toxinas, purificam, além da alma, intestinos e vias respiratórias.
  • Yoga: frequentemente recomendada por especialistas, a prática ajuda a melhorar a respiração, a flexibilidade, o equilíbrio e, com a meditação, leva ao relaxamento e ao autoconhecimento.
  • Fitoterapia, a partir do uso de plantas medicinais e remédios totalmente naturais, visando à recuperação do organismo em desequilíbrio.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.