O que são PICs e quais as 29 práticas integrativas oferecidas pelo SUS?

As Práticas Integrativas e Complementares de Saúde (PICS) são sistemas e recursos terapêuticos que buscam estimular os mecanismos naturais de prevenção de doenças e da recuperação da saúde por meio de tecnologias eficazes e seguras, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade.⠀⠀

Essas práticas têm uma visão ampliada do processo saúde/doença e da promoção global do cuidado humano, especialmente do autocuidado. Os diagnósticos são embasados no indivíduo como um todo, considerando-o em seus vários aspectos: físico, psíquico, emocional e social na busca de uma mudança de paradigma, da lógica de intervenção focada na doença para ser voltada para a saúde do indivíduo.

 

As PICS e o combate à Covid-19

Desde o ano passado, durante a primeira onda do Covid-19 no Brasil, o Conselho Nacional de Saúde (CNS) passou a recomendar ao Ministério da Saúde, conselhos estaduais e municipais de Saúde e do Distrito Federal a inclusão e divulgação das PICS na assistência ao tratamento e combate ao vírus.

O documento oficial leva em conta as evidências científicas produzidas pela Rede de Medicinas Tradicionais, Complementares e Integrativas (MTCI) Américas, pelo Consórcio Acadêmico Brasileiro de Saúde Integrativa (Cabsin) e pelo Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme/Opas/OMS) sobre o uso das práticas neste momento de pandemia.

Os medicamentos em conjunto com as terapias têm surtido efeito positivo na recuperação de pessoas contaminadas e até mesmo um “reforço” na prevenção, pois fortalecem o sistema imunológico através do equilíbrio do organismo. Este é obtido por meio de mudanças na alimentação e suplementação de oligoelementos e vitaminas que estejam em falta, por exemplo.

Essas práticas são reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que aconselha aos países a sua integração ao sistema nacional de saúde. Aqui, o SUS começou a implementar a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em 2006 e, atualmente, conta com 29 práticas, entre elas medicina tradicional chinesa/acupuntura, homeopatia, plantas medicinais, fitoterapia, ayurveda, entre outras.

Como atuam as PICS e quais são as principais

As PICS contribuem para a ampliação do modelo de atenção à saúde, pois atendem o paciente/cliente na sua integralidade, singularidade e complexidade, considerando sua inserção sociocultural e fortalecendo a relação profissional/indivíduo, o que contribui para a humanização na atenção.⠀

As principais PICs incluem:⠀

✳Aromaterapia⠀

✳Ayurveda⠀

✳Cromoterapia⠀

✳Florais de Bach⠀

✳Homeopatia⠀

✳Meditação⠀

✳Naturopatia⠀

✳Ozonioterapia⠀

✳Reflexologia⠀

✳Reiki⠀

✳Fitoterapia

 

As PICs e o SUS

Em 2006, o Conselho Nacional de Saúde começou a implementar as Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde (SUS). Inicialmente eram oferecidas apenas 5 terapias. Em 2017 foram incorporadas mais 17 práticas integrativas e em 2018 mais 10, somando 29 terapias complemantares (clique aqui para saber quais são) oferecidas à população através do SUS desde então.

Para saber mais sobre a evolução desta política pública, acesse o documento oficial do Ministério da Saúde. 

 

Cursos de Terapias Naturais

Com a popularização das PICs, muitas pessoas começaram a buscar capacitação nas terapias integrativas. A Academia Brasileira de Terapias oferece cursos online para quem tem interesse na formação em Naturopatia, Florais de Bach, Cromoterapia, Homeopatia, Fitoterapia e Aromaterapia. Clique aqui para saber mais informações!

ENTRE AGORA PARA

CLUBE DOS TERAPEUTAS NATURAIS

Nesse grupo traremos conteúdos exclusivos com dicas e informações sobre terapia ortomolecular, cromoterapia,
florais de Bach, terapia quântica e outras terapias naturais, além de falar sobre mercado de trabalho, carreira,
marketing e outros temas relacionados à vida profissional do terapeuta.
Também teremos enquetes, interações e muita troca para que todos se ajudem e possam crescer juntos.

Clique aqui

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.